ARQUITETURA INTERATIVA

Sua opinião 
Não é de se estranhar que em tempo de mídias eletrônicas pensemos em uma transformação da arquitetura.
Feita de tijolos e materiais brutos, por vezes transparentes e delicados, a obra edificada sempre se apresentou ao usuário do modo como o arquiteto a imaginou. As paredes, ora verdes ou vermelhas, têm suas cores cuidadosamente especificadas, para que provoquem a sensação prevista por quem a projetou. É um mundo um tanto quanto pouco democrático em que a comunicação é unidirecional: da obra para o usuário. Porém, alternativas como as tecnologias touchscreen e projeção interativa permitem que a experiência arquitetônica (e também o ambiente) seja redefinida a cada momento. O ambiente interage com seu usuário, se transforma por ele e a ele se subordina. Hoje, interfaces sensíveis a toques podem ser utilizadas em paredes, pisos ou mobiliários, oferecendo novas relações entre pessoas, espaços e objetos. O piso interativo deixa claro que a arquitetura não precisa ser fria à presença das pessoas

http://www.youtube.com/watch?v=--gACt4x1kA

e a parede interativa transforma definitivamente a arquitetura.

http://www.youtube.com/watch?v=Z3BJqSIK890

http://www.youtube.com/watch?v=AHO5rdFopcE

Algumas experiências já foram colocadas em prática. Veja como no exemplo abaixo a tecnologia é utilizada e estabelece novas relações de INTERAÇÃO.

http://www.youtube.com/watch?v=iaKehq6qsdY

O que acontecerá quando a arquitetura incorporar o conceito de INTERAÇÃO? Quais usos podem ser propostos para que a arquitetura se aproxime da nosso modo interativo e conectado de viver? Dê sua opinião... (2461)

0 comentários. Faça o seu!:

Postar um comentário